O Portal da sua Alimentação Espiritual

Assim como o Pai que vive, Me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai,também quem de Mim se alimenta, por Mim viverá. Jo 6:57

Mulher adúltera

A vida x O bem e o mal

A religião tem prazer em acusar e matar, a vida tem prazer em edificar, como vemos nessa experiência. A mulher adúltera tinha consciência de seus pecados e seu valor pessoal era zero, os fariseus eram pecadores como ela mas se achavam superiores.

É engano achar que agradamos a Deus apenas por obtermos conhecimento. A religião busca conhecimento para se engrandecer diante dos outros homens mas não para fazer enfraquecer a natureza terrena. Mantém uma falsa aparência de santidade. A religião imita a vida!

A terceira pessoa não existe!

O trunfo de satanás está em nos fazer pensar que somos independentes do diabo e de Deus. O “eu” é a terceira pessoa que não existe. Uma ferramenta não é considerada uma pessoa. Então se só existem dois mundos, ou expressamos trevas ou expressamos luz.

O orgulho

Quando somos iluminados dos nossos pecados, podemos ser salvos ou não, vai depender de com vamos conduzir nossa vida a partir dali. Os fariseus mesmo sendo expostos não se humilharam.

A apostasia

É uma ofensa ao Espírito não querer que o Cristo dirija nossas vidas, sendo que esse Espirito veio através de grande negação e sofrimento de um ser glorioso para proporcionar salvação à pecadores. Não há outro caminho para o Reino a não ser crucificar a nossa carne, se não aceitamos isso, vamos nos rebelar contra o Senhor.

O se humilhar

A mulher adúltera decidiu aceitar com humildade o que Deus trouxesse como julgamento, mesmo passando vergonha. Ela não tinha mais valor próprio, apenas queria ser salva.

Assista o quadro completo no canal do Youtube

Scroll Up